Redação do ENEM

Considerada uma das partes mais importantes do exame, a redação do Enem é um texto dissertativo-argumentativo que com base no tema proposto pela banca, o candidato deverá redigir um texto com argumentos consistentes, coesos e coerentes, além de elaborar uma proposta de intervenção criativa e viável para o problema apresentado no tema. As redações da avaliação são corrigidas levando em consideração cinco competências, sendo elas: 

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado que respeite os direitos humanos.

A nota da redação será o total dos pontos atribuídos por cada professor nos critérios citados acima. Caso haja uma diferença de 100 pontos no final da avaliação dos dois professores ou uma diferença de 80 pontos nas notas atribuídas em uma das competências. A redação deverá ser corrigida novamente por um terceiro avaliador. Caso a divergência de notas permaneça depois da terceira avaliação, a redação será corrigida por uma banca com três professores que dará a nota final. Saiba mais sobre a metodologia e critérios de correção adotados no Enem na  Cartilha do Participante – Redação do Enem 2018. 

Ah! Vale lembrar, que a redação receberá nota zero caso apresente as seguintes características: 

  • Fuga total ao tema;
  • Texto com menos de sete linhas;
  • Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa;
  • Cópia integral de textos motivadores da proposta;
  • Desrespeito aos Direitos Humano;
  • Folha de redação entregue em branco;
  • Utilização de desenhos impróprios ou sinais gráficos fora do texto.

Contudo, para escrever uma redação nota mil no Enem, basta o aluno atender as normas do exame e seguir essas pequenas dicas: 

  • Estruture o texto em:  início, meio e fim;
  • Organize as ideias na folha de rascunho;
  • Crie uma boa introdução acerca do tema e a desenvolva com argumentações que sustentem sua conclusão; 
  • Utilize citações. Pode ser arriscado, mas é válido se você entender bem o pensamento do filósofo;
  • Leia bastante, assim o vocabulário ficará mais rebuscado e amplo. Mas lembre-se, um texto simples e bem escrito pode valer bem mais que um texto cheio de palavras difíceis e mal estruturado;
  • Busque vídeos com dicas de como escrever bem e mantenha-se ligado nas nóticias dos telejornais. 

Por fim, no decorrer dos estudos é muito importante que o estudante produza vários textos nos moldes da prova e reserve algum tempo para verifcar os critérios de correção da redação, assim, as chances de o aluno escrever um texto interessante e com bom desenvolvimento argumentativo, podem aumentar consideravelmente. 

Quer ficar por dentro de tudo sobre as melhores faculdades?